top of page

Marcia Rorato

Graduada em Letras - Línguas e Literaturas Portuguesa e Italiana (1991), pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP de Assis. Concluiu na mesma universidade Mestrado (1997) e Doutorado (2007) em Teoria Literária, subáreas Literatura Comparada e Literatura e Vida Social, respectivamente. No Mestrado, investigou a produção literária em língua italiana dos imigrantes italianos e seus descendentes em São Paulo, no período de 1896 a 1929. No Doutorado, debruçou-se sobre Il Moscone, um semanário de tendência fascista, humorístico e ricamente ilustrado, que circulou por 36 anos (1925-1961) em São Paulo. O periódico apresenta acontecimentos que marcaram a inserção da comunidade italiana no contexto social-urbano da metrópole paulistana, sobretudo, a partir da década de vinte até meados do século passado.

Aperfeiçoou sua formação no ensino da língua italiana, frequentando cursos nas universidades italianas Alma Mater Studiorum di Bologna (1991), Università per Stranieiri Dante Alighieri di Reggio Calabria (1993), Università per Stranieiri di Perugia e di Siena (1995 - 1996), Università degli Studi di Macerata (2010), Scuola di Lingua e Cultura Italiana Campus Magnolie di Castelraimondo (2018).

Entre 2018 e 2019 fez pós-doutorado, como pesquisadora visitante da Università Ca’ Foscari di Venezia UNIVE, Itália. Desenvolveu, em colaboração com o Dipartamento di Studi Linguistici e Culturali Comparati e sob a supervisão do Prof. Fabio Caon, uma proposta didática para a apresentação da literatura produzida pelos imigrantes italianos no Brasil, dirigida ao ensino do italiano como língua estrangeira ou segunda língua LE/L2.

 

Desde 1998 é docente do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas da UEL - Universidade Estadual de Londrina. Ministra disciplinas de Língua e Cultura Italiana, além de Teoria e Crítica Literária. Atua também no Programa de Pós-Graduação, ministra disciplina e orienta pesquisas na área de Leitura em Língua Estrangeira junto ao Curso de Especialização em Ensino de Línguas Estrangeiras.

 

Seus principais interesses de pesquisa são: produção literária e jornalística dos imigrantes italianos no Brasil, identidade, imigração, língua e cultura italiana, leitura e teoria literária.

Coordena, atualmente, o projeto de pesquisa multidisciplinar, Presença Italiana na Literatura e outras Artes da Pequena Londres e cidades vizinhas (1970-2017). O projeto dá continuidade às pesquisas, iniciadas em 2015, pelo projeto Cultivos literários dos italianos e seus descendentes na "Terra Rossa" de Londrina (1930-1970), com o intuito de contribuir para reunir obras e artistas oriundos de italianos que participam ativamente na formação do campo cultural das cidades contempladas pelo projeto.

 

Colabora com o grupo de pesquisa GLIM - Língua, Identidade e Memória: o italiano dos italianos no Brasil, da Universidade de São Paulo, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. É membro da Associação Brasileira de Professores de Italiano (ABPI) e participa continuamente dos seus congressos, apresentando os resultados das últimas pesquisas desenvolvidas.

lattes.png
orcid.png
bottom of page